Secretaria de Saúde de Poços participa de reunião geral sobre febre amarela em Pouso Alegre

Publicado em 24/01/2018 - saude - Da Redação

Secretaria de Saúde de Poços participa de reunião geral sobre febre amarela em Pouso Alegre

Para apresentar o cenário epidemiológico atual da febre amarela e discutir estratégias de prevenção e de atendimento, foi realizada na manhã da terça, 23, na Superintendência Regional de Saúde em Pouso Alegre, uma reunião geral. A Secretaria de Saúde de Poços de Caldas foi representada pela coordenadora da Atenção Básica, Camila Bacelar; pela coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Juliana Loro Ferreira; e pelo coordenador da Vigilância Ambiental, Jorge Miguel Ferreira do Lago.

Segundo dados do Ministério da Saúde, entre julho de 2017 e janeiro de 2018, são 53 mortes pela doença confirmadas no Brasil, além de 130 casos confirmados e outros 162 suspeitos, sob investigação. São Paulo lidera a lista dos estados com o maior número de casos confirmados, 61, seguido de Minas com 50, Rio de Janeiro com 18 e Distrito Federal com 1 caso. “A Regional de Pouso Alegre faz divisa com o Estado de São Paulo e por isso há esta preocupação em preparar os municípios para este trabalho. Em Poços, a situação está sob controle, estamos vigilantes e preparados para qualquer ação necessária”, afirmou Jorge.

Até o momento não foi confirmado nenhum caso em Poços. Desde o último dia 15, uma turista de 27 anos está internada na cidade, com suspeita da doença. Moradora de São Paulo, a jovem esteve por 12 dias em Atibaia, interior paulista, antes de vir a Poços. Ela chegou à cidade no dia 13, começou a passar mal e dois dias depois, foi internada no Hospital Santa Lúcia, credenciado pela Secretaria Estadual de Saúde para atendimento de casos de febre amarela. Amostras de sangue da paciente foram encaminhadas à Funed – Fundação Ezequiel Dias em Belo Horizonte, para confirmação ou não da suspeita. “A partir de agora, Poços vai receber pacientes de febre amarela por conta deste credenciamento e isso vai passar a fazer parte da nossa rotina de atendimento. Com relação a nossa cobertura vacinal, temos uma situação que pode ser considerada tranquila por causa do trabalho feito no ano passado, quando vacinamos mais de 50 mil pessoas. Quem ainda não se vacinou, pode procurar uma de nossas 21 salas, nas unidades básicas de saúde”, esclareceu Juliana.

A reunião em Pouso Alegre também abordou os procedimentos de notificação e de atendimento, como enquadrar e como fazer a notificação, além de ações de controle vetorial e assistência. “O trabalho inclui vários setores da saúde e é muito importante alinhar estes fluxos de atendimento, como já tem sido feito em Poços”, disse a coordenadora da Atenção Básica.

Nesta quinta, 25, será realizada em Poços, a I Reunião Técnica Regional de Capacitação, Alinhamento e Atualização no Manejo Clínico da Febre Amarela. O encontro contará com a presença de um infectologista do Hospital Eduardo de Menezes de Belo Horizonte, referência estadual hospitalar para a febre amarela. O encontro é para médicos e enfermeiros da rede assistencial ambulatorial, urgência/emergência e hospitalar da iniciativa pública e privada, da microrregião de Poços e será a partir de 8h30 no auditório do prédio 2 da PUC.