Número de pacientes encaminhados para tratamentos de fisioterapia aumenta em 2018

Publicado em 28/01/2019 - saude - Da Redação

Número de pacientes encaminhados para tratamentos de fisioterapia aumenta em 2018

POÇOS DE CALDAS - Em relação a 2017, o crescimento foi de 6,65%. Já na comparação de 2018 em relação a 2016, o aumento foi de 10%. 6.663 pacientes foram encaminhados para tratamentos de fisioterapia pelo SUS em Poços, no ano de 2018. Os encaminhamentos resultaram em 82.110 sessões autorizadas. Em 2017, foram 6.247 pacientes encaminhados, o que gerou 81.056 autorizações de sessões. Enquanto que em 2016, foram 6056 pacientes com 74.356 sessões autorizadas. A média de pacientes atendidos por mês, em 2016, era de 504. Subiu para 520 em 2017 e para 555 no ano passado. Cada paciente tem em média, de 12 a 15 sessões por solicitação, com variações deste número, de acordo com a necessidade de cada caso. “Podemos observar pelos números, uma crescente na demanda, provocada em parte, pela crise econômica que fez muitas pessoas migrarem de planos de saúde e até de atendimentos particulares, para o SUS. Este resultado é fruto de um trabalho em equipe. Desde o início da nossa gestão, temos esta preocupação constante em oferecer oportunidades de qualificação aos profissionais da rede, bem como de equipar as clínicas próprias. Reduzir o tempo de espera pelos atendimentos é outro desafio nosso, porque isso se reflete em qualidade e bem-estar aos pacientes. Mesmo com a difícil situação financeira que enfrentamos, estas continuam sendo as nossas prioridades. Parabenizo a todos os envolvidos por esta conquista que é em benefício da população”, declarou o secretário de Saúde Flávio Togni de Lima e Silva. 

Os fisioterapeutas estão distribuídos em todos os níveis de atenção: no NASF (Núcleo Ampliado de Saúde da Família), no Programa Melhor em Casa, voltado para pacientes em situação de internação domiciliar, nas clínicas de fisioterapia e na UPA, a Unidade de Pronto Atendimento. “Os serviços de fisioterapia ofertados à população poços-caldense são referências para todo o estado de Minas Gerais, não só pelas mais diversas áreas de atenção, como também pelo nível organizacional da atuação em rede, interligada com todos os demais setores da saúde no SUS Municipal. Não temos demanda reprimida ou longas filas de espera, organização esta reconhecida pelo próprio Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional de Minas Gerais”, disse o regulador de fisioterapia e coordenador do Núcleo de Programação, João Carlos Naldoni Júnior. 

Acesso

Para ser atendido pelo setor, é necessário encaminhamento médico ou de profissionais habilitados pelo SUS de Poços. O ideal é procurar a unidade básica de saúde mais próxima de casa, para o encaminhamento e acompanhamento deste processo. Após isso, o agendamento é feito por telefone, pela equipe do local onde será oferecido o atendimento. Normalmente, a preferência é encaminhar o paciente para atendimento na clínica mais próxima de onde ele reside. Vale ressaltar que o número de sessões autorizadas é sempre maior do que o número de atendimentos realizados, uma vez que a taxa de absenteísmo para os serviços de fisioterapia é de cerca de 25%. É muito importante fornecer telefones de contato atualizados e não faltar às sessões agendadas. A cada vez que um paciente falta a um procedimento agendado, uma vaga é perdida e alguém deixa de ser atendido.

Clínicas 

O Serviço Municipal de Reabilitação Física é composto por três clínicas da Secretaria Municipal de Saúde e mais seis clínicas particulares, conveniadas ao SUS Municipal. A Rede de Atenção em Reabilitação Física é composta por clínicas de fisioterapia, além de ONGs - Organizações Não Governamentais - também custeadas pela Prefeitura e vinculadas ao SUS. A Rede está presente em todas as regiões da cidade, com o objetivo de facilitar o acesso da população aos serviços. 

Na região Sul, o atendimento de fisioterapia é no anexo ao Hospital Municipal Margarita Morales e na clínica conveniada localizada em frente ao Hospital. 

Na região Leste, o serviço é oferecido no Hospital Municipal Vereador Gilberto de Mattos, o Hospital da Zona Leste. Já a clínica conveniada atende na Rua Tabatinga, 145 - Jardim dos Estados. 

Na região Oeste, o serviço é oferecido pela Clínica da PUC-Minas, além dos serviços vinculados à rede de atenção à pessoa com deficiência municipal - AACD, APAE e ADEFIP. 

No Centro, o serviço é oferecido na Clínica de Fisioterapia de Urgência (Rua Amazonas nº 37), além das três clínicas credenciadas que atendem na Rua Piauí, 591; Rua Ceará, 514; e Rua Pernambuco, 291.

ascom