Vereadores se unem à Prefeitura de Guaxupé para cobrar da Cemig a instalação da iluminação pública no Residencial Conquista

Publicado em 09/08/2018 - regiao - Da Redação

Vereadores se unem à Prefeitura de Guaxupé para cobrar da Cemig a instalação da iluminação pública no Residencial Conquista

Em ofício CEMIG pediu até 02 anos para solucionar o problema 

Desde outubro do ano passado a Prefeitura de Guaxupé tem buscado uma solução à instalação de iluminação pública no loteamento social Residencial Conquista. Com 387 lotes, o local já está recebendo obras de construção das moradias. Nesta semana, os vereadores Chico Timóteo e Paulinho Beltrão estiveram em Belo Horizonte, onde apresentaram toda documentação do loteamento. Juntamente com o Governo Municipal, os vereadores passam a integrar um grupo que enviará até a próxima segunda-feira, 13, alguns documentos solicitados pela CEMIG. A expectativa é que as obras possam iniciar o mais rápido possível, tendo em vista sua urgência. 

No final da tarde desta quarta-feira, o secretário de Governo e Planejamento, Artur Gonçalves Filho, recebeu os vereadores Paulinho e Chico Timóteo que foram levar à Prefeitura um pedido da CEMIG para que seja feito um levantamento aéreo das casas já construídas. 

Ainda segundo os vereadores, a reunião que aconteceu em Belo Horizonte foi bastante proveitosa. Confiantes, Paulinho e Chico irão protocolar na próxima segunda-feira o restante da documentação solicitada pela CEMIG. 

Já na reunião com o secretário de Governo, Artur, os vereadores foram informados de que toda e qualquer documentação necessária será disponibilizada, tendo com finalidade, a agilidade nos trâmites para que a CEMIG possa fazer a instalação da iluminação pública no residencial. 

“É importante os vereadores terem esse posicionamento junto à CEMIG e ajudar o Governo Municipal a cobrar agilidade neste serviço. É inadmissível a Prefeitura, juntamente com a EMURB ter cumprido todos os requisitos, entregue o loteamento e agora a CEMIG dizer que só poderá atender Guaxupé em até 700 dias. Precisamos somar forças e buscar aquilo que é de direito dos contemplados com os lotes do Conquista.”, disse Artur. 

Na semana passada o prefeito Jarbinhas informou que caso a CEMIG venha protelar as obras de iluminação pública no Residencial Conquista, a EMURB deverá assumir a obra. No entanto, atualmente, não há dinheiro disponível em caixa para licitar este serviço. Enquanto isso, a cobrança será constante, sendo passível até mesmo de processos judiciais para que a CEMIG venha cumprir a lei e assim, realizar a iluminação pública no loteamento voltado à habitação social.

ascom