Passos recebe treinamento sobre o licenciamento ambiental dos piscicultores

Publicado em 25/04/2018 - regiao - Da Redação

Passos recebe treinamento sobre o licenciamento ambiental dos piscicultores

Etapa vai capacitar extensionistas da Emater-MG no Território Sudoeste

 

Começou na terça-feira (24/4) a segunda etapa do “Treinamento sobre Regularização Ambiental de Atividades Aquícolas em Minas Gerais”. O encontro está sendo realizado na sede do Sindicato dos Produtores Rurais de Passos (Território Sudoeste) para extensionistas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) da região.

Ao todo 20 profissionais vão receber orientações sobre etapas e processos de licenciamento e regularização dos empreendimentos aquícolas em dois dias de treinamento.

A ação é uma parceria das Secretarias de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Emater-MG e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário do governo federal.

“A regularização dos empreendimentos aquícolas beneficia diretamente o produtor. Com a legalização do setor, os produtores podem ter acesso ao crédito e às políticas públicas voltadas para o segmento”, afirma a Diretora de Aquacultura da Secretaria de Agricultura Ana Carolina Euler.

 

Etapas

Além da cidade de Passos, estão previstos treinamentos para extensionistas da Emater das regiões da Zona da Mata, Triângulo Mineiro Norte e Sul e Central. 

Após a conclusão da segunda etapa estão previstos mutirões de regularização de 150 piscicultores familiares dos principais polos produtores do estado, além da compra de equipamentos e veículos. 

O investimento previsto para a execução do projeto é de R$ 197,5 mil e as ações se estenderão até o final do ano. A primeira etapa do treinamento foi realizada em fevereiro, para técnicos do sistema de meio ambiente na cidade de Moeda.

 

Piscicultura em Minas Gerais

De acordo com o IBGE, Minas Gerais tem produção aproximada de 33 mil toneladas/ano de peixes e ocupa o 6º lugar no ranking nacional. A tilápia é a espécie mais cultivada e responde por 94% dos peixes produzidos para corte.

Em relação à piscicultura ornamental, o estado ocupa o primeiro lugar, com destaque para a região da Zona da Mata, que produz cerca de 70% dos peixes ornamentais que abastecem o mercado nacional. Ainda segundo o instituto de pesquisa, o setor teve um crescimento de 61% nos últimos anos.

A Emater-MG estima que existem cerca de 4,6 mil piscicultores no estado, a maioria formada por agricultores familiares.


SEGOV