Mutirão de Ultrassom é retomado com a meta de zerar fila de espera em Poços

Publicado em 11/01/2018 - regiao - Da Redação

Mutirão de Ultrassom é retomado com a meta de zerar fila de espera em Poços

Esta é uma boa notícia para os pacientes que aguardam pela realização do exame de ultrassom. O mutirão que teve início em agosto de 2017, foi retomado na primeira semana de janeiro. Estão sendo agendados em média, 150 pacientes por semana, normalmente nas sextas e sábados. No ano passado, foram mais de mil exames realizados pela iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Cismarpa - Consórcio Intermunicipal de Saúde Microrregião do Alto Rio Pardo. “O ultrassom é um exame muito importante e utilizado por médicos de diversas especialidades. É um exame relativamente simples, rápido, muito solicitado e por isso é um dos nossos objetivos zerar esta fila e a partir daí, fazer com que o atendimento entre no fluxo normal, assim como foi feito com as cirurgias de catarata”, disse o secretário de Saúde, Carlos Mosconi.

Os exames realizados no CIIM – Centro Integrado de Imagem, são agendados para quem já tem pedido médico e está na fila pelo atendimento. Os pacientes são chamados de acordo com o tempo de espera e pelos aspectos clínicos avaliados pelas equipes médicas que indicam a necessidade de urgência. O mutirão inclui 20 diferentes tipos: mama, obstétrico, ortopédico, próstata, escrotal/testículos, transvaginal, articulação, tireoide, aparelho e vias urinárias e rins, fígado, pélvico, inguinal, cervical, pescoço, sub mandibular, partes moles e de abdômen - total, superior, parede e inferior pélvico.

O secretário de Saúde lembra a importância dos pacientes comparecerem no dia e data agendados, para a realização do exame. “No ano passado nós tivemos uma taxa de absenteísmo de mais de 10%, ou seja, de pessoas que foram chamadas para fazer o exame, não compareceram e ainda tiraram a oportunidade de outra pessoa, de passar pelo procedimento. Isso prejudica o sistema, o andamento do nosso trabalho e todos os pacientes que também estão aguardando. Quando a pessoa receber a ligação para a marcação, se ela não puder ir naquele dia ou hora propostos, o ideal é que ela explique a situação, assim a equipe pode verificar uma nova data para este paciente sem comprometer o atendimento a outras pessoas”, finalizou Mosconi.

Secretaria Municipal de Comunicação Social - Prefeitura de Poços de Caldas