Mais 200 cirurgias de catarata são realizadas nos primeiros meses de 2018 em Poços

Publicado em 22/03/2018 - regiao - Da Redação

Mais 200 cirurgias de catarata são realizadas nos primeiros meses de 2018 em Poços

Esta semana foi especial para pacientes de Poços que aguardavam pela cirurgia de catarata. Na segunda, 19, 20 pacientes da cidade foram agendados para passar pelo procedimento. Com a realização de mutirões mensais em 2017 no Hospital da Zona Leste e o esvaziamento da fila de espera, agora, as cirurgias estão sendo feitas em clínicas particulares credenciadas, de acordo com a demanda. “Nós estamos atendendo a pacientes que entraram na fila no ano passado, o tempo de espera reduziu muito e os pacientes até se surpreendem quando são chamados”, disse a secretária executiva do Cismarpa, Ceila Maria de Souza Mariano. Nos primeiros meses deste ano, cerca de 200 cirurgias de catarata já foram realizadas no município.

A aposentada Abigail Aparecida Rocha, 73, teve o olho direito operado em novembro. Esta semana ela retornou para operação do olho esquerdo. “Eu esperava por isso há mais de cinco anos então pra mim foi uma beleza”. A possibilidade de poder voltar a enxergar bem também trouxe novo ânimo à pensionista Maria Aparecida Alves Matenaueir, 71. “Até com óculos estava ruim, estava vendo tudo embaçado. Foi maravilhoso eu ter sido chamada para a cirurgia”.

O secretário de Saúde Carlos Mosconi e o secretário adjunto de Saúde, Flávio Togni de Lima e Silva acompanharam os atendimentos desta segunda e conversaram com a equipe médica e com os pacientes. “É sempre uma satisfação visitar os mutirões de catarata. É emocionante presenciar a alegria das pessoas que vão enxergar novamente, muitas delas que esperavam há tempos por isso e só a expectativa pela realização da cirurgia já é um grande alento para elas. Estamos cumprindo o compromisso de zerar as filas e de diminuir esse tempo de espera e estes são motivos de muita felicidade para nós, à frente da Secretaria de Saúde de Poços de Caldas”, disse Mosconi.

O médico Marcos Guilherme da Silva, é um dos oftalmologistas que prestam o atendimento por meio do Consórcio Intermunicipal de Saúde Microrregião do Alto Rio Pardo aos pacientes encaminhados pela Secretaria Municipal de Saúde e diz se sentir gratificado pela oportunidade. “Em termos de saúde pública é um ganho essencial, porque são pacientes que recuperam a independência, que ganham vida nova e é muito bom ver essa alegria”.

Um levantamento feito pelo Cismarpa no início de 2017 apontou que a demanda reprimida estava em 1.500 cirurgias. No ano passado, foram realizadas 1.328 cirurgias, número superior ao que foi feito nos quatro anos anteriores, de 2013 a 2016, quando foram feitos 1.282 procedimentos. O Mutirão de Catarata é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Cismarpa.

 ascom