ESTE SERÁ o último

Publicado em 04/06/2018 - ponto-de-vista - Da Redação

ESTE SERÁ o último

Assim que termino um texto, logo penso: será o último. É difícil a elaboração de um artigo semanal para Jornal, principalmente o impresso. Preocupa, sim, qual o tema, o que escrever? Mas... qual nada. Logo surge o próximo assunto e o outro, e, às vezes, até mais de um. E assunto é o que não falta, pois em matéria de principalmente, não há como certas coisas. E segue o jogo. Sempre haverá um assunto a ser explorado para publicação. A imprensa é dinâmica e tem de ser assim, porque o público leitor de hoje, mais politizado, tem sede de informação e, nitidamente, as pessoas estão lendo mais. Alguém tem que escrever... Por exemplo, sobre nossos administradores: o que estão fazendo? O que vão fazer no curto prazo? Querem acompanhar e checar as promessas de campanhas e muito mais: amenidades, sobre o cotidiano, aplicação do dinheiro público e o emprego das prioridades na nossa cidade e região. A curiosidade e a vigilância sobre os políticos nos dias de turbulências, como os que estamos vivendo, aumentaram sobremaneira, assustadora! Ainda bem, não é? Um bom tema para ser explorado aqui, e não é lenda não, gente, mas em nossa cidade de Jacuí há muita desinformação ao povo por parte dos administradores, o que desencadeia críticas, às vezes descabidas, mas escuta-se nos bastidores, de forma mais contundente: o que o prefeito está fazendo para a cidade? Onde foi aplicado aquele dinheiro enviado para isso, ou para aquilo? Por que não prestam contas com objetividade? E por que demoram tanto para prestá-las quando o fazem? O povo quer saber! Quando a política era somente política, os nossos representantes municipais corriam atrás de recursos alicerçados com projetos de viabilidade econômica, previamente estudados e aprovados. Conseguiam os recursos, anunciavam publicamente, programavam e executavam as obras. Hoje em dia, o trato com a coisa pública é diferente. Restam as expectativas: do quanto? do quando? do como será executado? É momento da informação no tempo e na hora. Ninguém mais vive sem ela. E, só para mera informação, este não será o último...

Fernando de Miranda Jorge

Acadêmico Correspondente da APC

Jacuí/MG – e-mail: [email protected]