Rodrigo Pacheco é eleito para o Senado com a maior votação entre os candidatos em Minas

Publicado em 08/10/2018 - politica - Da Redação

Rodrigo Pacheco é eleito para o Senado com a maior votação entre os candidatos em Minas

Eleito no domingo (7) para o Senado com a maior votação entre todos os candidatos na disputa em Minas (3,6 milhões de votos), o deputado federal Rodrigo Pacheco (Democratas) agradeceu aos eleitores mineiros que demonstraram confiança nas suas propostas para reconstruir Minas e afirmou que irá trabalhar incansavelmente para defender o estado no Senado Federal.

Pacheco integra a coligação “Reconstruir Minas”, ao lado de Antonio Anastasia, candidato ao governo de Minas.

‘Estou muito contente com o resultado, quero agradecer a todos aqueles que me permitiram ser senador da República, eleito em primeiro lugar, especialmente ao povo de Minas Gerais. Esse povo sofrido que vive a crise mais aguda e sem precedentes, fruto de falta de planejamento, de falta de prestígio político junto ao governo federal. Quero agradecer muito aos prefeitos e prefeitas municipais do nosso estado, que sofrem muito e estão sem receber os repasses constitucionais’, declarou.

Apesar do clima festivo, Rodrigo Pacheco fez questão de não se esquecer da tarefa a ser cumprida no Senado para ajudar o estado a sair da atual situação em que se encontra.

“Vamos fazer um mapeamento muito consistente dos projetos de leis e propostas de emenda à Constituição do Congresso Nacional. Ver aquilo que interessa ao povo brasileiro e ao povo de Minas Gerais”, salientou.

Pacheco declarou que fará uma defesa intransigente de Minas e cobrará do próximo presidente da República o compromisso de respeitar o estado.

“Para que venham para cá os recursos para que seja cumprida essa dívida histórica do governo federal com Minas”, afirmou.

O recém-eleito para o Senado relembrou uma de suas propostas de campanha para Minas.

“Senador é o guardião dessa esperança do povo de Minas Gerais. Eu vou trabalhar muito, as pessoas podem ter certeza absoluta disso, eu vou trabalhar muito para honrar o povo mineiro e fazer um excelente trabalho no Senado. Vamos somar todos os esforços com as pessoas de bem desse estado para recuperar a economia do estado, para recuperar a auto estima do mineiro, vamos trabalhar muito nisso”,  externou.

Questionado sobre as pesquisas eleitorais e sobre o resultado do primeiro turno, Rodrigo Pacheco afirmou que os mineiros deram “uma grande resposta” nas urnas ao não reconhecer candidatos que não “tinham identidade com Minas Gerais” e ainda ao atual governador do estado, que tentava a reeleição.

“Esse resultado do primeiro turno, no final das contas, o que ele significa é um grande não a esse governo atual, um grande não ao Partido dos Trabalhadores”, disse.

Pacheco declarou que vai trabalhar, a partir de agora, para ajudar o candidato Antonio Anastasia a se eleger governador de Minas no segundo turno.

“É o momento de reflexão do mineiro para, diante de duas escolhas possíveis, ele identificar qual é a melhor escolha. Eu considero que a melhor escolha é a do professor Antonio Anastasia e para isso que vou trabalhar nesse segundo tuno’, finalizou.

 

ASCOM