O porquê da produtividade perdida

Publicado em 18/06/2018 - paulo-botelho - Da Redação

O porquê da produtividade perdida

A perda de produtividade nas empresas ocorre por deficiência em habilidades de dirigentes e funcionários. Resulta em prejuízos da ordem de US$ 100 bilhões, por ano, em quase todo o mundo. – E o Brasil entra com 20% desse valor. Por que isso ocorre? Porque é gigantesco o número de pessoas que não entendem sinais de aviso de perigo; instruções de higiene e saúde no trabalho; orientações sobre processos de produção; procedimentos e normas técnicas da qualidade de serviços, além de negligência dos valores da organização empresarial. E é aí que está o ponto vulnerável de tantas empresas. Mas, o que são valores? – São princíp ios que orientam as atividades e operações de uma empresa, independente do seu porte ou ramo de atividade. Seus dirigentes devem demonstrar, na prática, que os sistemas e procedimentos são respeitados e coerentes com os valores estabelecidos em função dos clientes. – Se não for assim, os resultados serão desastrosos.

Temos no Brasil exemplos de doer causados por incapacidade técnica e interpessoal. – Por que isso ocorre? – Porque prevalece a “lógica do empurra com a barriga”: vender o produto ou serviço a qualquer custo. Tem marca registrada. Busca-se transformar vendedores em marca de desodorante em combinação com o palavreado mercadológico.

Vender (o verbo) e dignidade (o adjetivo) nunca se deram muito bem.

Apenas uma coisa conta nesse “marketing integrado”: fazer com que clientes assinem na linha pontilhada do pedido.

Ao voltar para a empresa, após as visitas e com os pedidos “devidamente extraídos”, os vendedores ganham pontos para a disputa dos concursos internos, sempre promovidos pelo RH.

O primeiro lugar ganha um notebook; o segundo ganha um relógio Tissot; o terceiro ganha uma caneta Cross e o quarto ganha um pé-na-bunda!

Paulo Augusto de Podestá Botelho é Consultor de Empresas e Escritor. www.paulobotelho.com.br