O elementar é fundamental

Publicado em 05/09/2018 - paulo-botelho - Da Redação

O elementar é fundamental

Foi Arquimedes, filósofo e matemático grego quem disse ser elementar o fundamental.

Enquanto não se cuidar do elementar Saneamento Básico não tem como economizar água ou fazer a sua reciclagem. – Por quê? Porque não há solução de engenharia hidráulica para tal; especialmente para as pessoas mais pobres.

De que vale tratar de uma verminose se o doente volta para o mesmo lugar ou ambiente em que estava? – De nada adianta tratar de uma malária se o mosquito transmissor continuar rondando o recém-curado ainda fraco e anêmico.

Ter Saneamento Básico é um fator essencial para que um país possa ser chamado de desenvolvido.

As vacinas, tratamento de água e esgoto, melhorias de habitações, valem mais que toneladas de medicamentos.

Estudos do BNDES constatam que 75% das internações em hospitais para crianças com menos de 10 anos são provocadas por males oriundos da inexistência de esgoto e água limpa; e que trazem sérias consequências no desempenho escolar delas.

Apenas 28% dos esgotos são tratados na Região Sudeste do país. Os efeitos desta constatação sobre as pessoas são previsíveis. Estimativas do Instituto Trata Brasil apontam que mais de 300 mil internações anuais são causadas por infecções decorrentes de falta de Saneamento Básico.

Políticos deste país, especialmente deputados e prefeitos eleitos e reeleitos – alguns com índices de 78% de aprovação popular – não fazem outra coisa a não ser reclamar da “herança maldita” deixada pelo antecessor. – Burrice de alta corrosão. E o que vem a ser tal burrice? – É  a inércia, ignorância e estupidez praticada contra os mais pobres que são levados a enganos pelo palavreado pretenso e tosco do Horário Político.

Paulo Augusto de Podestá Botelho é Consultor de Empresas e Escritor. www.paulobotelho.com.br