A Folha Regional - Artigos - Paulo Botelho

Na ponta do lápis

Em 09/12/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

"Ponha tudo na ponta do lápis!" insistia comigo a dona Maria de Luna Botelho – minha avó. Ela queria que eu me tornasse uma pessoa organizada.

Veja +

O livro e sua essência

Em 16/11/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

Escrever é mais que associar palavras e ideias. É fazer chegar ao leitor uma contribuição efetiva para o seu desenvolvimento intelectual.

Veja +

A luta com as palavras

Em 09/11/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

Entre os mais variados temas, tenho escrito com alguma regularidade sobre o trabalho; sempre a partir de minha experiência como Consultor de Empresas.

Veja +

Moto Contínuo

Em 03/11/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

O embuste ficou restrito aos analistas de investimentos de mercado durante a ditadura militar (1964-1985). E é quase jurássico, pois naqueles anos de arbítrio as cotações eram registradas em um quadro-negro no salão de leilões da Bovespa em São Paulo.

Veja +

Por debaixo

Em 19/10/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

"Quase tudo que está por debaixo é sujeira, surpresa ou perigo; cuide-se para não ser atingido". É o que me dizia a dona Maria de Luna Botelho, minha avó; acho que ela queria me alertar para ter cuidado com pessoas de mau-caráter.

Veja +

Pelas boas palavras

Em 05/10/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

A falta ou a carência de boas e corretas palavras vem empobrecendo, mais que no passado, as comunicações na vida do cotidiano do brasileiro. Segundo o sociólogo José de Souza Martins, falamos um resquício da língua Nhengatu que pode ser chamada de língua do povo brasileiro.

Veja +

Por quê o trabalho mata?

Em 28/09/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

O trabalho em si é prazeroso; não mata. O que mata é a forma inadequada de como ele é organizado. Uma das coisas mais difíceis que existe é ter que trabalhar duramente, de forma mal remunerada e desorganizada; sobretudo desconfortável.

Veja +

Em nome do padre

Em 22/09/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

Atarracado, olhos miúdos por detrás de grossas lentes, o frade franciscano holandês abre a portinhola do confessionário e traça com a mão direita branca, leitosa, o sinal da cruz, perguntando: "Você fez porcarrias (sic) sozinho ou com outro?"

Veja +

Chacais

Em 15/09/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

"Chacal: Mamífero carniceiro, originário da África e da Ásia, mais ou menos do tamanho de uma raposa; come os restos deixados pelos animais de maior porte. – Pessoa muito má e que espreita a desgraça dos outros para beneficiar-se". Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.

Veja +

A Viúva

Em 14/09/2015 - Paulo Botelho - Da Redação

Ivo viu a uva. Hildebrando viu a viúva. E que viúva: muito magra, esquálida e estropiada; uma trabalhadora rural de mãos calejadas, embora jovem e mãe de três filhos.

Veja +

« 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 »