DISSERTAÇÃO SOBRE A TERRA E OS HUMANOS

Publicado em 04/05/2018 - marco-regis-de-almeida-lima - Da Redação

DISSERTAÇÃO SOBRE A TERRA E OS HUMANOS

                   Se o russo Yuri Gagarin, o primeiro homem a orbitar o nosso planeta, em 12 de abril de 1961, durante 1h e 48’, a uma altura de 315 km, numa única volta à velocidade de 28.000 km/h, sob reduzida ação da força da gravidade, fez a constatação de que “a Terra é azul”, isto poderia ter sido bem antes imaginado e difundido. Afinal de contas é antigo o conhecimento humano de que a superfície terrestre é constituída por 1/3 de terras e 2/3 de águas – onde inequivocamente sempre se soube que 98% delas são salgadas e compõem oceanos e mares, donde o predomínio da coloração azul.

                   Nem sei por que os humanos não são azuis, pois 60 a 65% dos nossos corpos são constituídos por água. Não vivem a dizer que os marcianos são verdes, então poderíamos ser azuis. O Hulk é verde, mas jamais li alguma pesquisa científica de que ele fosse originário de Marte. Entretanto, fico mais confuso quando raciocino que o nosso sangue é vermelho e nós não temos essa coloração externamente. Fico mais confuso ao ver que 1 ml de sangue, que redondamente, são 20 gotas, mancha bastante coisa ao se derramar. Olha que são 5 litros de sangue no corpo humano, ou 5 mil mililitros, ou 100.000 gotas, circulando dia e noite sem parar, e as pessoas são negras, amarelas ou brancas. Então, mais lógico que fôssemos vermelhos ao invés de azuis, pois está claro que água azul é água do mar; a que forma a gente é água doce. Puxa! É muita contradição uma pessoa de 100 kg pesar 65 somente de água doce e não ser diabético. Ah! ia me esquecendo da definição de água que pode corrigir meu raciocínio vesgo. Veja que a gente aprendeu isso lá no curso primário, ou fundamental de hoje: “a água é um líquido insípido, incolor e inodoro”, ou seja, não tem sabor nem cor nem cheiro. Água doce é somente um nome de batismo daqueles 2 ou 2,4 % das águas que não são dos mares, oceanos ou algum lago salgado. Aí fica mais claro: água doce para ser mesmo doce tem que ter açúcar, ou adoçante se é que a pessoa faz regime para obesidade ou diabete.

                      “A Terra é azul”, da cor do uniforme do time do Cruzeiro. Isto do ponto de vista de uma visão do espaço cósmico, conforme primeiro foi observado por Gagarin. Mas, se os “deuses astronautas”, que deram uma ajudazinha para algumas das grandes e antigas civilizações, como dizem terem dado nas construções das pirâmides egípcias, tivessem deixado algum vídeo das suas chegadas e partidas do nosso planeta, bem mais de cima de onde esteve o russo, a cor da Terra, vista de lá, poderia ser verde-azulada, pois, em Eras Remotas os continentes e ilhas eram totalmente cobertos por vegetação verde, antes as samambaias, depois as plantas floridas e florestas. Naquele tempo, não tinha nem precisava de cilindros de oxigênio para auxiliar doentes a respirarem. Tanto é que os povos orientais inventaram o leque. Era só abanar, pois oxigênio era uma fartura, de tanta floresta a produzir esse gás através da fotossíntese.

                         Entretanto, para não decepcionar de todo a torcida do Palmeiras, fico a pensar que pode ter tido uma época mais primitiva, onde preponderou o verde na face da Terra, tipo a era das samambaias gigantes, daí, algum remoto viajante do espaço pode ter passado alguns milhares de quilômetros daqui e visto tudo verde da cor da camisa do Palmeiras, deixando-o meio que desinteressado de aqui pousar, porque já era bem mais evoluído para ter que se chafurdar na lama como os javalis selvagens de então.

                          Nada melhor do que o progresso, a civilização. Tudo hoje ficou mais cômodo e racional. A internet deu voz para todos, democratizou o mundo. Se fôssemos seguir todo tipo de opinião das redes sociais e o mundo atual cumprir a “profecia da TIM” de se tornar sem fronteiras, por conseguinte dominado por um só governo, o pluripartidarismo tão criticado no Brasil de hoje não vai representar nada perto dos milhares de partidos políticos que farão parte desse novo mundo. Use fórmulas matemáticas de combinação e concluirá o quanto falo com propriedade sobre isso, desde que você utilize nessas combinações fatores como ideologia, religião, opções sexuais e variações raciais. Será a conquista da mais ampla democracia. Com a liberação das drogas psicoativas diminuirão as leis que caracterizam criminalidade, por conseguinte diminuirá o número de presídios, até diminuirá a população mundial, porquanto armas modernas e poderosas, importadas dos Estados Unidos, poderão ser livremente utilizadas em extermínios individuais ou coletivos, desaparecerão polícias ou exércitos, porque ninguém será doido de ingressar em corporações inferiorizadas diante de indivíduos mais capacitados pelas drogas e pelos armamentos. Se não mais houver interesse pelo sexo de procriação a humanidade terá continuidade de forma mais evolutiva pela fertilização “in vitro” e com a aplicação de novos procedimentos de bioengenharia, inclusive clones. Enfim, plagiando o título do filme do rebelde James Dean: “Assim caminha a humanidade”.

 

   *Marco Regis - O autor é médico, foi prefeito de Muzambinho 91989/92; 2005/08) e deputado estadual-MG (1995/98; 1999/2003) - marco,[email protected]