Lima x Limão - Edição 1157

Publicado em 30/08/2013 - estevao-bortoloti - Da Redação

- BAIXARIA -

Que lástima Senhores Vereadores! Para ganhar a simpatia e votos dos nossos jovens está valendo tudo, até ser desonesto consigo mesmo apoiando tudo o que de mais errado e ruim vem ocorrendo na cidade. Que absurdo, que vergonha! Parabéns para uns dois edis que não optaram pelo populismo se vendendo tão barato!

- CÃOSEIRA -

Minha vizinhança tem mania de cachorrada. Dois somente não chega. Tem que ser de quatro a seis, ou a oito, contando os agregados. E todos morrendo de raiva, pulgas, sarna e fome. Principalmente, de fome. Pobre gosta de cachorros. E quanto mais pobre, mais cachorros. E todos vira-latas legítimos daqueles que implicam com tudo, até com os outros da mesma espécie. Os nomes? Tem cachorro chamado Tonico, tem Obama, Zé Dirceu, Chimbica, Pelé, Neném, Menina, Lambido e Lambida. Tem uma fêmea de buldogue com um nome que... coitadinha, merecia melhor sorte. Dia desses, só por curiosidade, resolvi contar. Até a sétima casa contei quarenta e seis. Daí bateu uma briga, apareceu mais contendores, misturou tudo e perdi a conta.

Uma velha senhora, banhada em prantos, relatou-me que sua Geni havia sumido já fazia umas cinco horas e que a procura pelas ruas e casas vizinhas dera em nada. Solícito, aconselhei-a a verificar no abrigo de cães Jovina Rocha Prado e a velha virou bicho. Minha netinha não é um cachorro não senhor, viu! Vi e calei a boca. Falar o que? A Geni foi encontrada com outras crianças em uma residência da Barra Funda. Diga-se de passagem (uma casa com três crianças e seis cachorros). Minha vizinhança tem mania de cachorrada, mas está acontecendo um fenômeno: o louco som das motócas e carros de propaganda e a congestão de tanto comer jornais e panfletos de propaganda comercial (toneladas introduzidas em sacadas, garagens, quintais, portas e janelas todos os dias) está acabando com a raça canina, e por saudável coincidência com os montes de cocô nas já estrumbicadas e sujas calçadas do bairro.

Para tudo Deus e natureza tem uma solução. Só ainda não solucionaram a tacanha mentalidade preconceituosa e política-partidária de muitos dos nossos concidadãos. Mas como a esperança é a última que morre...

- DÁ PARA ACREDITAR? -

Na vizinha Argentina, em Buenos Aires, em cada esquina da cidade tem uma livraria. No Brasil, em todas suas cidades, em cada esquina tem um bar.

 

- LIXÃO -

A esquina final da Rua Júlio Tavares continua com sua calçada – que nem é calçada pois só tem o meio-fio – em estado de imundice com um lixo em decomposição que vem crescendo dia após dia sem que os responsáveis pelo setor tomem conhecimento das denúncias e pedidos de retirada. A vizinhança da esquina roga agora para que o setor de Vigilância Epidemiológica da cidade tome providências com respeito a situação, inclusive com advertências aos transgressores.

- SÁBIOS, MAS NEM TANTO! -

Em época recente cientistas do mundo todo liderados pela física italiana Fabíola Gianetti fizeram a mais cara experiência científica da história da ciência. A descoberta de uma minúscula partícula subatômica batizada com o nome de Bóson de Higgis, até então prevista somente em teoria, mas que nunca dera sinais de sua existência. Sem esta descoberta fundamental todo o edifício teórico que explica a natureza mais íntima do Universo ruiria jogando no lixo um século de penosas conquistas, explica Fabíola. Ela, de 51 anos, a maior candidata ao próximo Nobel de Física diz que tudo o que foi descoberto até agora elucida somente cinco por cento da composição do Universo e que novas investidas teóricas e práticas serão necessárias para responder a mais simples e incômoda das perguntas: Afinal, por que o Universo Existe?

“Mas ainda falta descobrir outras partículas que complementando o mistério nos explicará o Big Bang, a expansão do Universo, os Buracos Negros, a formação das estrelas e planetas. Vamos poder dar respostas às indagações mais fundamentais da aventura intelectual humana: como surgiu o Universo e seu corolário de onde viemos”.

Nas explicações da cientista fica-se imaginando que o mistério é mesmo muito grande, confuso, inexplicável. Ainda há muito que se pesquisar para descobrir e para ter como expor e convencer. Mas no meu entender de pessoa crente em Deus e nas suas manifestações, a resposta certa é tão simples que pode sair da boca de uma criança: o Universo, como tudo o mais que lhe faz parte, foi vontade e obra de Deus. Ele existe porque Deus quis e fez com que existisse. Ponto final!

Com respeito à existência de Deus... com tantos depoimentos contrários que hoje em dia infestam a mídia em geral, e levando em conta a formação moral e espiritual dos nossos jovens e gerações futuras... entendo que se todos os pobres ateus do mundo calassem a boca fariam um incalculável bem à evolução da humanidade!

Um respeitoso alô da coluna Lima & Limão para a bonita e simpática garota Letícia Santini, filha muito querida do Luiz Antônio e da Marcilene. A Letícia é neta do comerciante Vicente Santini e sua esposa Rita Irene. A amiga e colega Bruna manda um abraço.

- CURVA PERIGOSA -

Logo no início da Rua Cesário Alvim, Barra Funda, com a Rua Rui Barbosa que termina no mesmo bairro. O povo pedindo pelo menos placas de advertência antes que aconteça algum acidente grave. Alô Secretário de Trânsito!

- NÃO DEU PARA ENTENDER! -

O atuante vereador Nilson Luiz Bortoloti, demais vereadores e comandante da Polícia Militar da cidade, Sargento Renata Cristina dos Reis, recebendo efusivos agradecimentos dos moradores da Av. Américo Luz pela causa envolvendo comerciantes e propagandistas que não respeitam certas leis. Mas agradecimentos aos edis em geral? Como, se a grande maioria só fez média, demagogia e acabou por apoiar e defender a baderna? Essa não, Senhoras e Senhores agradecidos!

- QUEM MERECE LEVA! -

Dia desses tentando convencer alguns jovens de que agiam errado provocando arruaças com automóveis com som fora dos limites, tive o desprazer de ouvir deles as seguintes respostas desrespeitosas: Vovô, vá sentar no sofá e assistir novela – vai morar no mato, lá é sossegado – veste tua fralda e vai prá cama dormir... Não foi a primeira vez. Frases agressivas e debochadas como essas eu já tinha ouvido em outras ocasiões como respostas a críticas feitas aos infratores através desta coluna. A situação piorou depois de recente sessão da Câmara Municipal de Muzambinho depois que a grande maioria dos edis, na presença de público interessado, fez média apoiando descaradamente a falta de compreensão e controle da maioria dos nossos jovens que constantemente reclamam alegando perseguição e falta de liberdade de ação, quando na verdade reivindicam é direito à libertinagem sem controle. No meu entender de cidadão bem vivido e experiente, todos tem direito a fazer reivindicações desde que estas sejam justas não ferindo a ordem e o direito de outras pessoas, o que não é a razão de muitos comerciantes e grande parte da nossa mocidade, que além de estarem praticamente se auto-destruindo física, espiritual e moralmente, entendem agora de se postarem até contra nossas autoridades constituídas que estão agindo conforme é preciso afim de garantir nossos direitos. Queremos uma comunidade ordeira e feliz e não será um punhado de desajustados e agressivos cidadãos afeitos a farras com violência, ociosidade, bebidas e mulheres, que nos farão parar de lutar, calar a boca, morar no mato, vestir fraudas e ir dormir.

Vocês hoje jovens, desfrutam de muito mais do que nós idosos tínhamos quando éramos jovens. Muito mais em alimentos, roupas, direitos, diversões, e não sabem reconhecer e muito menos agradecer. Para ser sincero, o que vocês mais estão precisando é de bons “puxões de orelha”, que me perdoem as imposições e limites da lei. Isto mesmo. Tratem de procurar o que fazer ao invés de ficar pedindo absurdos. Tratem de plantar para o futuro, adquirindo senso de responsabilidade e cidadania, ao invés de viver só para farra, cerveja, transas, cigarros, carros, motócas e explorações dos pais. Tratem de crescer, crescer, CRESCER! Parem de ser violentos, mal criados, caipiras e... BURROS. Parem de desfazer dos idosos, e para o bem de vocês mesmos, não errem tanto a ponto de matar os próprios pais como já está virando moda!