Neto, o zagueiro que foi convocado para a seleção brasileira enquanto atuava pela Caldense

Publicado em 19/06/2018 - esportes - Da Redação

Neto, o zagueiro que foi convocado para a seleção brasileira enquanto atuava pela Caldense

Ao longo da gloriosa história da Associação Atlética Caldense, diversos jogadores que passaram pelo clube tiveram o privilégio de vestir a camisa seleção brasileira. Alguns antes de atuar pela equipe alviverde, outros depois. Um deles inclusive enquanto estava na Veterana. Durante a Copa do Mundo vamos contar a história desses atletas.

 

Neto

 

O ano era 1975. A Caldense vinha de uma série de excelentes campanhas no Campeonato Mineiro, onde era a então bi-campeã do interior. O zagueiro Neto era um dos destaques do time desde quando chegou em 72, devido à sua classe e técnica apurada. Por isso, foi eleito um dos melhores defensores do estadual.

 

Paralelamente à isso, a seleção brasileira se preparava para disputar a Copa América daquele ano. A Confederação Brasileira de Desportos na época, resolveu convocar somente atletas que atuavam no futebol mineiro para representar o Brasil. Foram chamados os grandes nomes das equipes da capital e os principais do interior.

 

Entre eles: Toinzinho atacante do Uberaba, Modesto zagueiro do Uberaba, Helinho goleiro do Vila Nova e Neto, zagueiro da Caldense. O jovem, então com 22 anos, nascido em Guaxupé e registrado como Luis Antônio Neto, acompanhou a delegação verde e amarela nos seis jogos da competição. O Brasil chegou até a semifinal contra o Peru, mas devido aos critérios de desempate, foi eliminado por sorteio.

 

Neto não chegou a entrar em campo, mas a convocação lhe rendeu um contrato com o Santos em 1976. Daí em diante defendeu diversas outras vezes a seleção canarinho.

 

ascom