Alunos do Distrito da Mata do Sino estudam em tempo integral

Publicado em 08/04/2018 - educacao - Da Redação

Alunos do Distrito da Mata do Sino estudam em tempo integral

Desde o dia 19 de fevereiro, os alunos da EMEB João Custódio de Azevedo, no Distrito da Mata do Sino, município de Juruaia, estudam em tempo integral. O projeto já existia na escola enquanto era estadual, mas ficou estagnado a partir da municipalização ocorrida no final de 2013.

O atual prefeito Claudeci Divino de Araújo, conhecedor dos benefícios do projeto, não mediu esforços para retomar esta atividade na escola. Para os pais de alunos, também é muito gratificante, pois além dos filhos desfrutarem de uma educação de qualidade, ficam bem cuidados enquanto os pais trabalham. Por fim, o projeto também tira as crianças das ruas ou da ociosidade.

O projeto visa promover o desenvolvimento do aluno, não só na aquisição de conhecimentos, como também assegurar o desenvolvimento do corpo, da sociabilidade, das emoções e diferentes linguagens. Os alunos tem a oportunidade de vivenciar aulas diferenciadas e prazerosas, levando-os a se tornarem cidadãos críticos e conscientes de seus direitos e deveres.

Os alunos começam as aulas do tempo integral com um nutritivo almoço monitorado, trabalhando a ética, os valores e as etiquetas. As aulas são ministradas através de jogos, brincadeiras e projetos voltados à linguagem, ao meio ambiente e à matemática. São ministradas aulas de educação física diferenciadas. Através de parceria com o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, os alunos tem aulas de teatro. Serão programadas algumas viagens educativas.

“Agradeço ao prefeito por acreditar em nossa equipe e implantar este projeto em nossa escola. Com certeza nossos alunos serão beneficiados por este projeto e nosso foco é prepara-los para o mundo lá fora”, disse a coordenadora Juliana de Flório Justino.

“A implantação do projeto Tempo Integral já era prevista deste o ano de 1996 na LDB 9394/96 e o Plano Nacional de Educação estipulou uma meta mínima para atender 50% das escolas públicas, de forma a atender 25% dos alunos de educação básica. Sendo assim, resolvemos implantar o projeto na EMEB João Custódio de Azevedo, uma vez que a comunidade se interessava e a escola comporta aulas no segundo turno, por ter salas ociosas. É também um anseio do prefeito por já conhecer e acreditar no projeto”, relatou a Secretária Municipal de Educação, Maria Aparecida Trindade.

“Muitas são as expectativas como período integral. Mesmo em fase de adaptação, está sendo grande o empenho de todos os funcionários, inclusive o trabalho em equipe dos professores com o objetivo de tornar as aulas prazerosas. Nota-se interesse e satisfação por parte de nossos alunos. Vale salientar o agradecimento e reconhecimento dos pais com o trabalho realizado”, falou a Supervisora da Escola, Rosana Antônia de Faria.