Obras foram retomadas na antiga sede da prefeitura

Publicado em 30/09/2018 - cidade - Da Redação

Obras foram retomadas na antiga sede da prefeitura

Na terça-feira, 25 de setembro, a reportagem acompanhou o prefeito Sérgio Esquilo e vereadores Daniel Ferraz e Marinho Menezes numa visita à antiga sede da prefeitura de Muzambinho, à Rua Carlos Prado. Na administração anterior do então prefeito Ivan de Freitas, foi iniciada uma obra de restauração do prédio, com recursos aprovados pelo Legislativo no montante de R$ 800 mil (R$ 550 mil para a restauração do prédio e R$ 250 mil para uma UBS). Porém, a obra passou por sindicância no atual governo municipal e foi retomada nos últimos dias.

Sérgio Esquilo lamentou a situação encontrada. A obra estava a cargo de uma empreiteira, que também executava a Unidade Básica de Saúde no bairro Jardim Primavera. A atual administração, conforme o prefeito, observou que a empreiteira não tinha as menores condições para dar continuidade às obras. Uma sindicância foi providenciada visando identificar a real situação, sendo que neste período o próprio empreiteiro pediu sua retirada. 

O prefeito revela que a obra na antiga prefeitura vinha sendo executada através de um projeto totalmente errado, inclusive com banheiros e elevador dentro do próprio salão. “Um descaso total e um absurdo”, criticou o prefeito. Daí surgiu a necessidade de promover diversas modificações. Uma nova licitação foi feita, sendo vencedora uma empresa muzambinhense que já retomou as obras. Do total de R$ 550 mil, resta investir menos de R$ 380 mil. A nova licitação tem valor de R$ 429 mil e a ordem do início das obras foi dada no dia 9 de agosto.

O vereador Marinho Menezes revelou que o valor aplicado até o momento foi excessivo. Defendeu, inclusive, um levantamento para identificar o gasto já efetuado. Ele também confirmou a necessidade de modificação no projeto diante das irregularidades apresentadas no projeto anterior. Acredita que, feitas as mudanças necessárias, o projeto ficará adequado e beneficiará a população.

O vereador Daniel Ferraz, que ocupava o mandato passado, confirmou a aprovação do financiamento para a reforma do prédio. “A história de Muzambinho passou por aqui com o Legislativo e Executivo”, disse. Pelo que observou, entende que somente foi trocado o telhado. Agora, será preciso trocar as vigas de madeira que estão podres, exigindo a colocação de laje e novas vigas.

Conforme informações do prefeito, o prédio será reformado e ampliado para receber as Secretarias de Educação e também Cultura e Esportes.