Contador questiona números do IBGE em Muzambinho

Publicado em 03/02/2018 - cidade - Da Redação

Contador questiona números do IBGE em Muzambinho

Não é incomum observar prefeitos reclamando sobre a realidade habitacional em seus municípios. Esta é uma situação importante, pois define valores de repasses governamentais, tão necessários para a manutenção dos serviços básicos. Os números apontados pelos levantamentos do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, geram dúvidas e questionamentos.

Em Muzambinho, o empresário e contador Célio Sales Sobrinho fez um levantamento bastante interessante, considerando a população de estudantes em todas as esferas governamentais do ensino. Acompanhe a “contagem” do número de alunos que frequentam as escolas do município:

- IFSULDEMINAS Campus Muzambinho: 7.868 alunos (presencial) e 8.422 alunos (E.A.D. – Educação à Distância);

- Sistema COC de Ensino, Sistema Anglo de Ensino, Sistema Objetivo de Ensino e Escola Estadual Salatiel de Almeida: 3.180 alunos;

- Escolas de Ensino Fundamental: 1.940 alunos;

- Escolas infantis – creches: 680 alunos;

Os números identificaram um total de 13.688 alunos dos cursos presenciais e diariamente. O contador ainda apontou que Muzambinho tem 5.122 residências. Considerando um casal em cada casa, o total é de 10.244 pessoas. Ele também considerou a existência de 1000 crianças antes da idade escolar e 1000 pessoas residentes na zona rural que ainda não estudam. Assim, concluiu que a população de Muzambinho é de 24.912 habitantes.


Números do IBGE em 2017 apontaram que Muzambinho tem 21.026 habitantes. Celinho Sales manifestou seu entendimento de que o IBGE deve ter cometido um erro muito grande ou muitas pessoas não foram recenseadas. “Os alunos que moram aqui durante cinco anos não podem ser habitantes de outra cidade”, disse.