A Folha Regional - Artigos - Amauri Jr.

Poema à Amizade

Em 07/08/2017 - Amauri Jr. - Da Redação

Numa parceria com o site muzambinho.com, confira o vídeo com o Poema à Amizade, com narração do jornalista e radialista Amauri Júnior (A Folha Regional).

Veja +

PARA SEMPRE

Em 01/08/2017 - Amauri Jr. - Da Redação

A partir de hoje, confira semanalmente uma mensagem especial de reflexão, um poema ou uma crônica na voz do jornalista e radialista Amauri Júnior (A Folha Regional), com edição do jovem Jonathan Araújo (muzambinho.com).

Veja +

Avisem o Kubrusly: sucesso das galinhas incomodou vacas e cavalos em Muzambinho

Em 06/08/2014 - Amauri Jr. - Da Redação

POR AMAURI JÚNIOR, mais sênior do que júnior. Medida proibindo a criação de galinhas e outras espécies de aves no perímetro urbano de Muzambinho gerou uma repercussão nacional inesperada. E o assunto foi tratado com humor pela TV Globo. Não vou entrar no mérito da questão, mas se é para ser desta forma, ainda faltam reportagens do CQC e Pânico da Band. Sobre a polêmica, só tenho a acrescentar que a culpa é do galo, pois cantou alto demais e na hora errada. Além do mais, tenho medo que ainda possa vir pela frente. Aproveitando o clima desfavorável para falar sério, fica o aviso ao Maurício Kubrusly. O sucesso das galinhas está incomodando, e muito, as vacas e cavalos que circulam livres pela cidade. Há muito tempo, a redação da Folha recebe inúmeras reclamações de animais soltos em diversos bairros como Jardim Europa, Vila Socialista, São Lucas e muitos outros.

Veja +

AÇÃO & REAÇÃO: Eternal Flame – Talento muzambinhense

Em 30/01/2013 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

* POR AMAURI JR, mais sênior do que júnior. Radialista, jornalista e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. Apaixonado pelas coisas e pessoas de Muzambinho. Aqui afloram talentos em todas as áreas, seja profissional ou cultural. Escritores, pintores e músicos. Muitos e muitos nomes de respeito e de fazer inveja aos grandes centros. Poderia citar alguns, mas minha memória é falha e não quero cometer injustiças.

Veja +

AÇÃO & REAÇÃO: Civismo na vida real

Em 11/09/2012 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

* POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, jornalista e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. E o civismo brasileiro somente aflora na Semana da Pátria. Quando a banda passa ou a fanfarra desfila, o peito enche de orgulho verde a amarelo. Lembro-me dos tempos da Escola Salatiel de Almeida, há muito tempo, quando também participava dos desfiles cívicos. Era obrigatório naquela época e os alunos uniformizados literalmente marchavam pela avenida. Era um “acontecimento” em nossas vidas, fato que deixou marcas e saudades.Mas o que é civismo? Sabemos que “talvez” tenha nascido no Brasil depois de um grito dado às margens de um rio paulista, cujo nome é citado no hino nacional.

Veja +

A curintianada invadiu o estádio em Muzambinho

Em 21/10/2011 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, jornalista e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. No dia 14/10, durante o jogo entre Muzambinho e Corínthians Máster, também um pouco “loco”, ops.! digo, ROUCO, e de tanto falar e tomar chuva no lombo. Vê só pode: um flamenguista animando no microfone a torcida do Timão, que gritava: VAI CURÍNTIA! Antes de começar a festa, até tinha alguém segurando um guarda-chuva. Mas logo “esqueceram de mim” para proteger o prefeito, o Milton Neves, os jogadores, os árbitros, a torcida, a bandeirinha de escanteio e alguém que passasse na rua ao lado do estádio. Locutor sofre...Mas valeu literalmente a PENA! O esforço do prefeito Sérgio Esquilo, vice Paulinho, Secretário Luciano, diretora Marcela, Luquinha e toda equipe da administração foi recompensado.

Veja +

Tem “ouro negro” no Jardim dos Imigrantes

Em 14/10/2011 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, jornalista e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. Uns dizem que não chega a tanto. Outros preferem não acreditar ou “dar o braço a torcer”. Alguns chegam a “torcer o nariz”. Mas garanto, publicamente e em alto e bom som: tem “ouro negro” no bairro Jardim dos Imigrantes, em Muzambinho. No Sul de Minas, o café é considerado o “ouro verde”. Com absoluta certeza, compartilhando do sofrimento dos moradores do bairro muzambinhense, posso garantir que não é exagero chamar o asfalto de “ouro negro”. A situação enfrentada pelos moradores era desesperadora. Durante a seca, engolindo poeira. No período de chuvas, atolados no barro. Não havia muito a fazer para amenizar o problema.

Veja +

AÇÃO & REAÇÃO: Segurança pública é dever do estado e direito de todos

Em 05/10/2011 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, jornalista e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. Seguro e precavido nas palavras. Mas certo de que o certo deve prevalecer em qualquer situação. Seriedade e compromisso com a verdade. A César o que é de César.A preocupação com segurança pública em Muzambinho esta em evidência nos últimos meses. Assaltos, homicídios e outros problemas assustam a comunidade. Muito se fala e ainda vão falar. Audiência pública na Câmara é uma ótima iniciativa, desde que gere resultados e ações concretas. Porém, o tema deve ser tratado com seriedade, sem envolver interesses diversos, de grupos ou correntes que aproveitam da situação de desespero das pessoas para tirar proveito político.

Veja +

AÇÃO & REAÇÃO - Meu pai no aumentativo

Em 28/01/2011 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

* POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, repórter e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. Aniversário também é triste. Há 1 ano, no dia 25 de janeiro, faleceu meu pai Joaquim de Oliveira Ruela, mais conhecido na cidade de Muzambinho e no bairro Muzambo como “Soquim Ruela”. “So” de Sr./Seu e “quim”, diminutivo de Joaquim. Mas registro aqui o meu PROTESTO com “duplicidade” de sentido. Diminutivo não combinava em nada com meu pai. Aceito sim o “Soquim” porque era o apelido carinhoso dos tantos amigos que cativou ao longo da vida. Mas ele era GIGANTESCO em tudo, toda hora e para todos. Homem de estrutura física forte e inigualável no caráter. Dizem que o nosso pai sempre é o melhor de todos. Mentira! O MEU era o melhor e continua sendo.Quando meu pai faleceu não consegui chorar. Acredito que por tudo que vivi, vi e senti nos seus últimos momentos. Durante cinco anos, ele foi acometido de diversos problemas de saúde. Mas a situação mais grave e dolorosa foi sentida nos últimos três meses. Doeu nele e também em mim. Talvez por este motivo, quando foi levado por Deus, o conforto divino tenha servido como aconchego.

Veja +

AÇÃO & REAÇÃO: Deslizamento de morro interditou estrada em Muzambinho

Em 14/01/2011 - Amauri Jr. - Amauri Jr.

* POR AMAURI JR., mais sênior do que júnior. Radialista, repórter e Mestre de Cerimônias. Um pouco de tudo e praticamente nada. Quase embolorado com as constantes chuvas dos últimos dias. Prá mim, água só no copo ou na praia. Se é doce, mata a sede, refresca e renova o corpo. Se é salgada, combina com uma loira gelada, de qualquer marca, desde que desça “sem tropeços”. Aliás, a chuva que caiu na noite de réveillon em Muzambinho não chegou a atrapalhar a animação num encontro de amigos na Av. Dr. Américo Luz. Prefiro acreditar que a “garoa” veio para lavar a alma, renovando as esperanças num ano novo ainda melhor que foi o “velho”. 

Veja +

« 1 2 3 4 »