Muzambinhense participa de intercâmbio nos Estados Unidos

Publicado em 29/04/2018 - agronegocio - Da Redação

Muzambinhense participa de intercâmbio nos Estados Unidos

O muzambinhense Rubens Marcelo de Castro é funcionário do IFSULDEMINAS Campus Muzambinho, mas no momento está afastado de suas funções e fazendo doutorado em Ciência Animal pela Universidade José do Rosário Vellano – UNIFENAS. Também está cursando uma graduação em Apicultura e Meliponicultura à distância, curso este ofertado no país apenas pela Universidade de Taubaté/SP.

Todas estas atividades, possibilitaram a Rubens de Castro participar de um importante intercâmbio agrícola nos Estados Unidos. O projeto teve início em 2012 quando foi convidado por Danielle Fantini (SEBRAE/MG) e pelo Professor Dr. David de Jong (FMRP-USP), para participar de uma importante missão técnica com o objetivo de conhecer algumas empresas dos Estados Unidos que trabalhavam com Apicultura. Em uma das visitas, o muzambinhense perguntou ao gerente da empresa sobre a possibilidade de realizar um estágio ou intercâmbio nos EUA. Na ocasião, o Sr. Robert Meis disse que alunos de vários países participam de intercâmbio agrícola tendo a oportunidade de trabalhar e conhecer a apicultura em seu País. Desde então, o sonho do muzambinhense se tornou uma real possibilidade.

Rubens de Castro manteve contato com a CAEP - Communicating For Agriculture Education Program, empresa especializada em intercâmbio agrícola com sede em Minesota/EUA e escritório no Brasil. Após passar pelas fases de avaliação, o muzambinhense embarcou no dia 22 de janeiro deste ano. Desde então, tem trabalhado na empresa Jester Bee Company, localizada em Mims, Estado da Flórida. A empresa atua no ramo de apicultura, sendo uma das mais importantes dos EUA. Seu foco principal é a produção de colônias de abelhas da espécie Apis mellifera para venda. Comercializa por ano aproximadamente 30.000 núcleos de abelhas a um preço estimado em US$ 150,00, algo em torno de R$ 500,00 cada. Também comercializa rainhas e equipamentos, totalizando um faturamento anual próximo a R$ 20 milhões. O principal destino destas colônias é o estado da Califórnia para polinização de amêndoas. Somente para polinização desta cultura, que dura em torno de 30 dias, cada colônia é alugada por US$ 200,00 (R$ 650,00). Durante o final de janeiro e início de todo ano, milhares de colônias de abelhas são transportadas para esta região.

O profissional muzambinhense destaca que, além desta experiência fantástica de conhecer a apicultura americana, também está tendo a oportunidade manter importantes contatos. Conheceu a Universidade da Flórida, uma das cinco melhores dos Estados Unidos, onde visitou o Laboratório de Entomologia, o mais conceituado de todo o mundo. Para se ter a ideia da importância deste laboratório, 70 pesquisadores atuam neste departamento. Conheceu também o Prof. Dr. Jamie Ellis, Coordenador do laboratório, com o objetivo de fazer parte do Doutorado. Ainda conheceu o Prof. Dr. Michael Leslie do curso de jornalismo. Conta que o professor americano ficou muito interessado em conhecer a cidade de Muzambinho e se possível desenvolver um trabalho no IFSULDEMINAS. Vale destacar que ele foi professor do também muzambinhense Helder Moraes que fez parte do seu Mestrado nesta Universidade. Tudo isso facilitou o contato mantido.

No contato mantido com a reportagem deste jornal, Rubens de Castro manifestou seu agradecimento a todos que contribuíram para que este sonho se realizasse. À sua família pelo total apoio, à APIMUZ, ao SEBRAE MG, ao Prof. Dr. David, ao Reitor Prof. Marcelo Bregagnoli e ao diretor Prof. Luiz Carlos por terem concedido a portaria de afastamento do país. Também agradeceu o diretor deste jornal, Vagner Alves, por sempre apoiar os eventos sobre apicultura e Meliponicultura.