FMC destaca manejo da broca do café durante o 26° Seminário do Café – Região do Cerrado Mineiro

Publicado em 02/10/2018 - agronegocio - Da Redação

FMC destaca manejo da broca do café durante o 26° Seminário do Café – Região do Cerrado Mineiro

“Estamos em um novo momento e é de extrema importância apresentar ao público do Seminário nosso portfólio" Marcela Borges.

A FMC Agricultural Solutions estará presente em um dos mais tradicionais eventos do agronegócio para o café no Brasil. Trata-se do 26º Seminário do Café – Região do Cerrado Mineiro, que será realizado entre 2 e 4 de outubro, em Patrocínio-MG. O objetivo do encontro é oferecer, aos cerca de 10 mil participantes, ferramentas para o desenvolvimento sustentável da cafeicultura, por meio de conteúdo técnico, gerencial, científico e informativo.

A companhia irá realizar uma palestra, ministrada pelo pesquisador Sérgio Benvenga, sobre a influência do ataque na broca na qualidade do café, ressaltando a importância e explicando como realizar o monitoramento, técnicas de manejo e orientações para realizar o controle. A equipe técnica FMC estará à disposição dos participantes para trocar conhecimento e apresentar as principais soluções para a cultura.

Entre elas, está o inseticida Altacor®, que se destaca pela alta eficácia de controle do bicho-mineiro; e o Benevia®, produto com espectro cruzado para o controle da broca-do-café e do bicho-mineiro com resultados consistentes de controle nas últimas safras, além de ter ação seletiva aos insetos benéficos.

Também será reforçado o lançamento do bionematicida Quartzo®, produto biológico com alta eficácia de controle de nematoides, podendo ser aplicado no momento do plantio, transplante de mudas e durante o ciclo de cultivo. Quartzo® é recomendado para controlar o Nematoide-das-lesões (Pratylenchus zeae e P. brachyurus) e Nematoides-das-galhas (Meloidogyne incognita e M. javanica).

“Estamos em um novo momento e é de extrema importância apresentar ao público do Seminário nosso portfólio, que está ainda mais robusto. Iremos conceder o suporte técnico necessário e sanar as dúvidas dos produtores, contribuindo para a produtividade no campo”, ressalta a Gerente de Marketing Regional da FMC, Marcela Borges.

A FMC Agricultural Solutions estará presente em um dos mais tradicionais eventos do agronegócio para o café no Brasil. Trata-se do 26º Seminário do Café – Região do Cerrado Mineiro, que será realizado entre 2 e 4 de outubro, em Patrocínio-MG. O objetivo do encontro é oferecer, aos cerca de 10 mil participantes, ferramentas para o desenvolvimento sustentável da cafeicultura, por meio de conteúdo técnico, gerencial, científico e informativo.

A companhia irá realizar uma palestra, ministrada pelo pesquisador Sérgio Benvenga, sobre a influência do ataque na broca na qualidade do café, ressaltando a importância e explicando como realizar o monitoramento, técnicas de manejo e orientações para realizar o controle. A equipe técnica FMC estará à disposição dos participantes para trocar conhecimento e apresentar as principais soluções para a cultura.

Entre elas, está o inseticida Altacor®, que se destaca pela alta eficácia de controle do bicho-mineiro; e o Benevia®, produto com espectro cruzado para o controle da broca-do-café e do bicho-mineiro com resultados consistentes de controle nas últimas safras, além de ter ação seletiva aos insetos benéficos.

Também será reforçado o lançamento do bionematicida Quartzo®, produto biológico com alta eficácia de controle de nematoides, podendo ser aplicado no momento do plantio, transplante de mudas e durante o ciclo de cultivo. Quartzo® é recomendado para controlar o Nematoide-das-lesões (Pratylenchus zeae e P. brachyurus) e Nematoides-das-galhas (Meloidogyne incognita e M. javanica).

“Estamos em um novo momento e é de extrema importância apresentar ao público do Seminário nosso portfólio, que está ainda mais robusto. Iremos conceder o suporte técnico necessário e sanar as dúvidas dos produtores, contribuindo para a produtividade no campo”, ressalta a Gerente de Marketing Regional da FMC, Marcela Borges.

Fonte: Revista Cafeicultura