Você conhece os principais nomes que buscam o Palácio da Liberdade este ano, ou seja, o Governo de Minas?

Publicado em 11/07/2018 - ivan-pereira - Da Redação

Você conhece os principais nomes que buscam o Palácio da Liberdade este ano, ou seja, o Governo de Minas?

Antônio Anastasia

Antonio Augusto Junho Anastasia é um político brasileiro, sendo atualmente senador por Minas Gerais. É graduado e mestre em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Iniciou a carreira política em 1991, com o cargo de secretário-adjunto de Planejamento e Coordenação Geral durante o governo de Hélio Garcia. Em 1994, assumiu as funções de secretário de Recursos Humanos e Administração. Um ano depois, foi convidado para exercer o cargo de secretário-executivo do Ministério do Trabalho. Em 1999, tornou-se secretário-executivo do Ministério da Justiça. Nos anos 2000, Anastasia retornou a Belo Horizonte e coordenou o programa de governo de Aécio Neves (PSDB) ao governo de Minas. Com Aécio eleito, assumiu em 2003 a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. Em 2008, com a reeleição de Aécio, virou vice-governador de Minas Gerais. Em março de 2010, com a renúncia de Aécio para se candidatar ao Senado, Anastasia assumiu o cargo de governador. Nas eleições de outubro de 2010, foi reeleito para o cargo. Quatro anos depois foi eleito senador por Minas Gerais. É filiado ao PSDB. 

Dirlene Marques

Maria Dirlene Trindade Marques é professora da UFMG. Ela possui mestrado em Ciência Política pela UFMG e tem experiência na área de Educação, com ênfase em Planejamento e Avaliação Educacional. É filiada ao PSOL.

 Fernando Pimentel

Fernando Damata Pimentel é o atual governador de Minas Gerais. É um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT). Iniciou sua carreira política na década de 1960, lutando contra a ditadura militar. Foi preso político em 1970. Teve diversos cargos na administração municipal. Em 2000, foi eleito prefeito de Belo Horizonte, cargo que ocupou até 2008. Depois que saiu da prefeitura, foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) de 2011 a 2014, durante o governo Dilma Rousseff (PT). Em 2014, foi eleito governador de Minas Gerais. Agora, em 2018, tenta a reeleição. Em dezembro de 2017, virou réu por corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Acrônimo, que investiga desvio de dinheiro no MDIC.

 João Batista dos Mares Guia

João Batista dos Mares Guia é sociólogo, educador e consultor em educação. É formado em Sociologia pela UFMG e iniciou o mestrado em Ciência Política pela mesma universidade. Na década de 1970, lutou contra a ditadura militar, acabou sendo preso e, depois, fugindo para o Chile. De volta ao Brasil, ajudou na formação do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 1982, foi eleito deputado estadual por Minas Gerais. Três anos mais tarde, deixou o PT. Em 1988, participou da formação do PSDB em Minas, partido em que manteve-se filiado até o ano 2000. A partir dos anos 1990, assumiu diversos cargos de secretário na cidade de Contagem (MG) e no governo de Minas Gerais, tendo sido secretário de Educação do estado de 1997 a 1998. Depois, abandonou a vida política e passou a atuar nos bastidores: virou consultor em educação, prestando serviço a diversos estados e municípios. Após quase 20 anos sem se envolver diretamente com a política, filiou em 2017 à Rede Sustentabilidade para concorrer neste ano ao governo de Minas Gerais.

 Márcio Lacerda

Marcio Araújo de Lacerda é um empresário e político brasileiro. Na década de 1970, fundou duas empresas de telecomunicações, a Construtel e a Batik, que chegaram a atuar em 16 estados brasileiros, além de Chile e Bolívia. Antes da privatização da telefonia no Brasil, vendeu ambas as empresas a grupos estrangeiros. Apesar de já ter atuado como dirigente de entidades de classes no século XX, iniciou sua carreira na vida pública em 2003, quando assumiu a função de secretário-executivo do Ministério da Integração Nacional. De 2007 a 2008, foi Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais. Ainda em 2007, filiou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). Foi eleito Prefeito de Belo Horizonte em 2008 e reeleito no primeiro turno em 2012. Neste ano, vai disputar o cargo de governador de Minas Gerais pelo PSB.

 Rodrigo Pacheco

Rodrigo Otavio Soares Pacheco é advogado e político. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), especializou-se em direito penal. Foi conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil e do Instituto Estadual de Criminologia e Política Criminal. Em 2014, foi eleito deputado federal por Minas Gerais pelo PMDB. Em 2017, presidiu a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Neste ano, filiou-se ao DEM e será o candidato do partido ao governo de Minas.

 Romeu Zema

Romeu Zema Neto é dono do Grupo Zema, que tem atuação em cinco segmentos: varejista de eletromóveis, distribuição de combustíveis, concessionárias e locadoras de veículos, autopeças e negócios financeiros. Atualmente, é presidente do Conselho de Administração do grupo. Formado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, assumiu o controle do grupo a partir da década de 1990. O Grupo Zema foi fundado por sua família há 94 anos e tem sede em Araxá (MG). Neste ano, Zema Neto decidiu concorrer ao cargo de governador de Minas Gerais pelo partido NOVO.

Prof. Dr. Ivan Pereira